Notícias

18.09.2015

                                                                                                

 

O  livro enfatiza a importância de células-tronco obtidas de pacientes como ferramenta de investigação de doenças genéticas humanas para as quais ainda não há tratamentos eficazes disponíveis.  Ele traz vários exemplos do uso da tecnologia de células iPS, uma recente descoberta científica reconhecida pelo Prêmio Nobel, para geração de células pluripotentes específicas de pacientes, a partir das quais vários outros tipos de células especializadas, envolvidas em uma determinada doença, podem ser obtidos. São abordados transtornos psiquiátricos, doenças neurodegenerativas, doenças cardíacas e distrofias musculares, entre outros tópicos. 

A obra é indicada para alunos de pós-graduação, cientistas e médicos interessados em aplicações deste emergente campo de pesquisa em modelagem de doença, desenvolvimento de medicamentos e questões atuais em medicina regenerativa.

 

 

Saiba mais:

http://www.springer.com/us/book/9783319183138

 

 

22/09/2015

 

 

18.09.2015

Foi publicada mais uma notícia sobre o nosso projeto 80+. Ele teve início em 2010, diante da perspectiva da ampliação do número de idosos e a relação da sua qualidade de vida e saúde.  A iniciativa  partiu de Mayana Zatz e começou com a seguinte questão: “Se todos vão envelhecer mais, queremos saber o que faz as pessoas envelhecerem de forma saudável”.  A notícia apresenta uma ampla exposição do projeto, a parceria como projeto Sabe da Faculdade de Saúde Pública da USP  e a participação na pesquisa do doutorando e biológo Michel Naslavsky, também vinculado ao CEGH-CEL.
 
O projeto 80+ está bem de acordo com o seu tempo e o futuro, pois segundo projeções do IBGE ( Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) indicam que, por volta de 2040, a parcela da população do País com idade de 60 anos ou mais será superior aos que terá até 20 anos. As projeções chegaram até 2060, quando os idosos representarão um terço do total dos brasileiros. 

A referida  notícia publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo tem o título “Pesquisas ampliam conhecimento sobre saúde do idoso em SP”.  

 

 

Saiba mais sobre o Projeto 80+ 

Projeto que estuda DNA de idosos vê relação entre educação e longevidade (Folha de S.Paulo - 16/08/2015)

 

 

18/09/2015

 
19.08.2015

 

Na última segunda-feira, dia 17 de agosto, o CEGH-CEL em parceria com a Diretoria de Ensino de Osasco, abriram as exposições  “Célula Gigante” e “Luz e Vida”, ambas  dentro do Osasco Plaza Shopping.    O período de duração vai do dia 17 a 21 de agosto.  
As duas exposições estão montadas dentro do mesmo espaço do shopping.   Os visitantes serão  acompanhados por monitores treinados para orientar cada etapa da visita. 
 O acesso ao espaço das exposições é  livre e gratuito.  As visitas das escolas são previamente agendadas.

Os projetos da exposição    
A  “Célula Gigante” possui um tamanho de 40m2, representando o interior de uma célula  amplificada em 130 mil vezes,  permitindo que o visitante  tenha a experiência de saber como seria uma célula por dentro, sua estrutura, as funções e a sua importância para a vida.
A exposição “Luz e Vida” faz parte do “A USP Vai a sua Escola II”, projeto do setor Educação e Difusão do CEGH-CEL.  No “Luz e Vida” o visitante interage  com uma série de objetos e painéis  eletrônicos  nas áreas de Física e Biologia. Na interação o monitor incentiva a observação dos materiais questionando cada aspecto que possa ter chamado mais a atenção.  

Concurso de fotografia
Aproveitando a comemoração do Ano Internacional da Luz – 2015,  o Núcleo Pedagógico da Diretoria de Ensino de Osasco apresenta, junto das duas exposições,   a mostra das fotografias finalistas do “Concurso  de Fotografia Luz e Vida”,  dirigido aos alunos das escolas jurisdicionadas à DERO e sob orientação dos professores e gestores.   O intuito das fotos é mostrar o papel que a luz e as tecnologias desempenham no dia a dia.
Um júri presencial e virtual elegerá a melhor foto no próximo dia 20 de agosto.

 

 

 

mrcm/19/08/2015
 
 

Páginas