Notícias

26.10.2016

Dia dos premiados do concurso  "DNA e herança biológica". 

       
   
       
Os alunos premiados em frente ao mural que serviu de inspiração para o concurso
 

 
Aconteceu na última sexta-feira, dia 21 de outubro de 2016,  o evento de premiação do 1º Concurso artístico "DNA e herança biológica".  Estiveram presentes  todos os alunos  premiados, seus professores de Biologia ou representantes, parentes e  convidados.  

A premiação   ocorreu no anfiteatro no prédio do CEGH-CEL  (Centro de Pesquisa sobre o Genoma Humano e Células-tronco)   do Instituto de Biologia da USP.  Entregaram os certificados e prêmios a diretora do CEGH-CEL, Mayana Zatz e Hélen Akemi de Queiroz Nomura, coordenadora de Biologia da Gestão de Educação da Secretaria de Educação do Estado de  São Paulo.

Abriu o evento a coordenadora  de Educação e Difusão deste Centro de Pesquisa, Eliana Maria Beluzzo Dessen. Ela contou que a inspiração para o concurso nasceu do mural solicitado para ficar na sala de espera do CEGH-CEL;  ele acabou  sendo a  marca de divulgação do concurso.

O convite foi feito ao artista  Alex Senna, ele deveria elaborar  um trabalho    usando os conceitos de  herança biológica, DNA, genética,  família.  Até chegar ao esboço final aprovado,  Senna  precisou de um tempo até  assimilar todos estes conceitos e transformá-los em linhas e formas.  Esta  experiência foi a origem da  ideia para  instigar alunos e professores neste universo de unir ciências  e  expressão artística em um concurso.   
  
A Comissão Julgadora recebeu 103 trabalhos, entre música, desenhos, pinturas, esculturas, vídeos , poemas e montagem.  Foram classificados os dez melhores.  Todos eles ganharam medalhas e certificados de participação.  Os professores de Biologia que orientaram estes alunos também receberam certificado.

O primeiro lugar foi o vídeo "DNA - Determinados na ascendência", criado pelo aluno Giordano Freitas Gadelha do Colégio São Luiz.  Ele ganhou  um tablet e o livro "Genética" da autora  Mayana Zatz.

O evento foi registrado, em tempo real,  pelo "Ciência USP" via Facebook.   Assista AQUI o  vídeo da gravação.

A classificação final e  o link que dá acessos aos trabalhos vencedores podem ser vistos pela tabela abaixo.
 

 

PREMIADOS

COLOCAÇÃO ESTUDANTE ANO  ESCOLA CIDADE PROFESSOR(A) PRODUÇÃO ARTÍSTICA
Giordano Freitas Gadelha Colégio São Luís São Paulo Vânia Fonseca Longhi Macarrão Vídeo
Pedro Colombo Tatit Escola Viva São Paulo Rodrigo Caccere Música
Mariana Akemi Asato Goh Colégio Marupiara São Paulo Luana Pugliesi Longui Desenho
Paloma Cristiane Silva de Morais Escola Estadual Profa. Stella Couvert Ribeiro São José do Rio Pardo Rosimeire Pedroza Poema
Aline Soares Martins Escola Estadual Profa. Stella Couvert Ribeiro São José do Rio Pardo Rosimeire Pedroza Desenho
Amanda Graziela Vasconcelos Colégio Objetivo Mauá Mauá - Grande São Paulo Bruno Fernandes Desenho
Kathleen Cristina Solano da Silva Escola Estadual Prof. Almicare Mattei Marília Marli Rodrigues de Souza Montagem
Tayane Yuri Mezo Colégio Marupiara São Paulo Luana Pugliesi Longui Escultura
 9º William de Freitas Lesse Escola Estadual Professora Paulina Rosa Hortolândia Gracimara Lopes Ribeiro Feriani Desenho
10º Natalia de Souza Sapatera Centro Educacional SESI 281 Araçatuba Juliano Ferreira Gonçales Desenho
 

 

30.09.2016

O Núcleo de Divulgação Científica da USP entrevistou  Mayana Zatz e Keith Okamoto,  pesquisadores do Centro de Pesquisa em Genoma Humano e Células-tronco do IB -USP, para explicar o caso bebê que foi gerado a partir da fusão do espermatozóide do pai e do núcleo do óvulo da mãe, ambos colocados dentro do óvulo de uma outra mulher.

Este caso foi publicado em 27 de setembro sw 2016, pela New Scientist, mas o bebê nasceu em abril. Os pais são jordanianos. A mãe tem mutações genéticas da síndrome de Leigh (doença que afeta o desenvolvimento do sistema nervoso). Cerca de um quarto das suas mitocôndrias têm mutações para aquela doença. Apesar de a mulher ser saudável, o casal tem tido muita dificuldade em ter filhos.

Ouça AQUI a entrevista deixada disponível pelo Núcleo de Divulgação Científica na  sua página do Facebook. 

 

Página no Facebook do Núcleo de Divulgação Científica da USP: https://www.facebook.com/divulgacaocientificausp/posts/408382529285962

 

 

mrcm - 30/09/2016

 

09.05.2016

A agência britânica Reuters publicou no último dia 6 de maio a notícia "Brazil scientists seek to unravel mystery of Zika twins" - Cientistas brasileiros procuram desvendar mistério de  Zika em gêmeos. 

Estes cientistas estão estudando os casos de mulheres que dão à luz gêmeos em que apenas uma criança é atingida pelo defeito de nascença microcefalia associada com o vírus.

Leia mais a respeito acessando o link da reportagem:

http://mobile.reuters.com/article/idUSKCN0XX1V2

 

 

Páginas