Pesquisa do CEGH-CELL é publicada no Cell e Nature

Dois cães chamados Ringo e Suflair,  da raça Golden Retriever, foram diagnosticados com distrofia muscular desde que eram filhotes. Ao longo da vida, porém, não tiveram quase nenhum sintoma da doença.  Eles eram tratados pela equipe de pesquisa da geneticista Mayana Zatz, também coordenadora do Centro de Pesquisa sobre Genoma Humano e Células-Tronco.

Foram mais de 8 anos investigando o que protegia a musculatura desses animais, até os pesquisadores encontraram o gene Jagged1. Nos cães Ringo e Suflair, esse gene está mais ativado e produz mais proteínas que o normal, desencadeando  um mecanismo que ajuda a mascarar a distrofia.

Saiba mais sobre essa pesquisa acessando os links:
 

http://www.cell.com/cell/abstract/S0092-8674(15)01405-1
 

http://www.nature.com/news/puppy-bred-to-have-muscular-dystrophy-saved-b...

 
http://revistapesquisa.fapesp.br/2015/11/12/novos-achados-geneticos/
 
 
http://sites.usp.br/distrofia/

 

 

mrcm 16/11/2015