Museu do Amanhã será inaugurado nos dias 18 e 19 dezembro

O que duas pesquisadoras do Centro de Pesquisa sobre o Genoma Humano têm a ver com o Museu do Amanhã?

Com inauguração marcada para os dias 18 e 19 de dezembro de 2015, o Museu do Amanhã, localizado na cidade do Rio de Janeiro, tem a proposta de fazer com que o público tenha contato com o passado e o presente e possa imaginar todas as possibilidade de futuro para os próximos 50 anos,  tudo por meio de instalações  interativas, jogos e ambientes audiovisuais imersivos.

Ele será o primeiro museu de ciência atualizável do Brasil. Para conceber os conteúdos para tantos temas variados nas áreas de ciência e tecnologia, os organizadores buscaram reunir uma equipe com mais de 30 consultores brasileiros e internacionais de diversas áreas, como o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Massachusetts Institute of Techonology (MIT), e Universidade de São Paulo, esta representada pelas duas pesquisadoras do CEGH-CEL, Eliana Beluzzo Denssen, responsável pela Educação e Difusão, e Mayana Zatz, coodenadora do Centro. Elas são consultoras de conteúdo cosmos e terra.  O Museu do Amanhã ainda tem Terra, Antropoceno e Amanhã e Nós.   

O Museu do Amanhã está instalado num prédio desenhado pelo espanhol Santiago Calatrava, um dos arquitetos mais respeitados do mundo. As obras da fundação do Museu começaram em 2010 e a construção, em novembro de 2011. Ele foi um presente para o Rio em razão das Olimpíadas de 2016.

Saiba mais:

http://museudoamanha.org.br/

https://www.youtube.com/watch?v=akW1eEu1VG8

https://www.youtube.com/watch?v=xhMQI3Nmw4U