Brasil na pesquisa sobre ELA

Há cerca de um ano o desafio do balde de gelo chamou a atenção do mundo para o ELA - esclerose lateral amiotrófica.  Ele  consistia em jogar um balde de gelo ou doar US$ 100 a ALS Association, organização sem fins lucrativos que ajuda na pesquisa do ELA. Como  membro da Aliança Internacional (ALS/MND Alliance), desde 2008, o Instituto Paulo Gontijo torna-se participante oficial do projeto MinE, consórcio internacional com o objetivo de verificar todo o genoma de pelo menos 15 mil pacientes  em todo o mundo.  . Uma parte do trabalho será feito  nos EUA e outra parte nos países que enviarem as amostras. O IPG conta com a associação do Centro de Pesquisa sobre o Genoma Humano e Celulas-Tronco será responsável pela analise no Brasil. 

A esclerose lateral amiotrófica é uma doença neuromuscular que se caracteriza pela lesão degenerativa dos neurônios motores.  Existe uma perda de neurônios, massa muscular generalizada atingindo os movimentos e a qualidade de vida. 
Leia no jornal O Globo, edição de 30/04/2015, a publicação sobre esta notícia.  

 

Saiba mais:  Instituto Paulo Gontijo será representante brasileiro do Project Mine